Topo

Carburador – sistema auxiliar de progressão

carburador - carburetor

Esta animação procurou ser o mais realista para demostrar o papel do subsistema auxiliar de progressão no carburador.

Carburador – sistema auxiliar de marcha lenta e progressão – subsistema de progressão

A função do sistema auxiliar de marcha lenta e progressão é alimentar o motor nas rotações mais baixas, quando a borboleta de aceleração está fechada ou um pouco aberta.

Animação do subsistema auxiliar de progressão do carburador

O subsistema auxiliar de marcha lenta fornece mistura ar-combustível para manter o motor girando em marcha lenta. Na necessidade de aumentar a rotação do motor entra em ação o sistema auxiliar de progressão do carburador.

Com a abertura da borboleta de aceleração, que é controlada pelo pedal do acelerador, ar começa a ser aspirado diretamente pelo corpo do carburador, empobrecendo a mistura fornecida pelo sistema auxiliar de marcha lenta.

Neste processo, para suavizar a passagem da marcha lenta para as marchas mais altas, existem os chamados ‘furos de progressão’ por onde a mistura é injetada no fluxo de ar principal, conforme a borboleta de aceleração vai se abrindo e descobrindo estes furos, esta adição de mistura rica compensa o fluxo extra de ar.

O diâmetro da parte de cima do corpo do carburador é maior que o da parte de baixo, isto implica que as áreas também são diferentes. Como a vazão é praticamente constante em todas as secções transversais do corpo do carburador -conservação da massa- a diminuição do diâmetro na parte de baixo é compensada pelo aumento da velocidade do fluxo nesta região. A pressão que um fluido exerce numa superfície é inversamente proporcional à sua velocidade -Princípio de Bernoulli- deste modo, a pressão na parte de baixo do carburado, próximo aos furos de descarga do sistema auxiliar de marcha lenta e progressão, é menor que a pressão na parte de cima do carburador, próximo ao respiro. Deste modo, um fluxo de ar é forçado pelo duto, tentando equilibrar esta diferença, neste trânsito ele arrasta o combustível, que também está submetido a uma pressão maior, já que seu respiro está na parte de cima do carburador. Dosada por um giclê, a mistura é injetada no fluxo principal.

Veja que eu usei a palavra ‘injetado’ e não ‘aspirado’ pois a ação está na mistura.

Dicas:
– a alteração da cor da seta representa a relação da mistura ar-combustível;

– cores mais frias representam misturas mais pobres

– cores mais quentes representam misturas mais ricas

– o tamanho das setas representa o volume de ar, ou de mistura, admitido por unidade de tempo (vazão)

– arraste o braço da borboleta do acelerador para mudar a vazão de ar, ou de mistura

– veja os detalhes dos sistemas do carburador e compreenda seu funcionamento

Funcionamento do Carburador – Animação interativa

Carburador – Sistema Auxiliar de Aceleração Rápida

Carburador – Sistema Auxiliar de Faixa Econômica

Carburador – Sistema Auxiliar de Progressão

Carburador – Sistema Auxiliar de Máxima Potência

Carburador – Sistema Auxiliar de Marcha Lenta

Carburador – Sistema Auxiliar de Partida a Frio (Afogador)

Tags:
Eduardo Stefanelli

Engenheiro por profissão, professor por vocação

Nenhum comentário

Deixe um comentário