Topo

Paquímetro universal quadrimensional Uso

Uso do paquímetro universal, (cálibre ou craveira) quadrimensional

O paquímetro universal é um instrumento de medição dotado de uma escala e um cursor que desliza nela e foi concebido para tomar dimensões lineares por contato.

O tipo mais encontrado nas oficinas metal-mecânica é o dotado de nônio, porém, geralmente, todos os tipos permitem tomar medidas externas, internas, de profundidade e de ressaltos.

Alguns modelos de paquímetro são quadrimensionais, isto significa que ele pode ser utilizado de quatro formas diferentes na medição, veja alguns exemplos e contraexemplos de boas práticas

Procedimento para a tomada da medida no paquímetro universal quadrimensional

  1. abra (afaste as faces de contato) o paquímetro um pouco mais que o objeto a ser medido
  2. coloque o objeto na abertura
  3. feche gentilmente o instrumento até que haja contato entre as faces e o objeto
  4. assegure-se que eles estão paralelos, um pequeno movimento de balanço se incumbe disto
  5. faça a leitura e interprete a medida
  6. abra o paquímetro e retire o objeto
  7. coloque ambos em um local adequado
  8. repita a operação para confirmar a medida

evidentemente, é necessário adaptar este procedimento para cada tipo de medição, por exemplo, é possível mover o paquímetro antes da leitura em medição de profundidade ou de ressaltos, ou para medições internas o primeiro passo é abrir o instrumento um pouco menos que o furo a ser medido e o sexto passo é fechar o instrumento antes de o retirar do furo.

Medição externa

Paquimetro medida externa

exemplo 1 – boas práticas de medição externa com paquímetro universal

Permita que o paquímetro se alinhe com o objeto que está sendo medido, isto é possível segurando ambos sem apertar.

Posicione o objeto o próximo da escala principal, sem tocar nela, exemplo 1

paquimetro-medida-externa-erro

contraexemplo 1 – medição externa – objeto muito distante da escala

Medição interna

Paquimetro medida interna

exemplo 2 – boas práticas de medição interna com paquímetro universal

Permita que o paquímetro se alinhe com o furo ou rasgo que está sendo medido, isto é possível segurando ambos sem apertar.

Posicione o objeto o mais próximo possível do cursor, exemplo 1

paquimetro-medida-interna-erro

contraexemplo 2 – medição interna – objeto muito distante do cursor

Medição de profundidade

Paquimetro medida profundidade

Permita que a haste de profundidade do paquímetro se alinhe paralelamente com o furo ou rasgo que está sendo medido, isto é possível segurando ambos sem apertar.

Medição de profundidade – furo de fundo cônico

Paquimetro medida furo broca

exemplo 4 – boas práticas de medição interna com paquímetro universal – furo de broca

Se usar o lado com da ranhura, o topo da haste vai prosseguir até se apoiar no cone da ponta da broca, adicionando alguns décimos de milímetro à medida, contraexemplo 4

Paquimetro medida furo broca erro

contraexemplo 4 – medição de furo de broca – haste mede parte do cone

Medição de profundidade – furo de fundo cego

Paquimetro medida furo cego

exemplo 5 – boas práticas de medição interna com paquímetro universal – furo de broca

Para medir a profundidade de um furo cego, use o lado da haste de profundidade com a ranhura, exemplo 5, esta prática evita a medição do arredondamento do fundo.

paquimetro medida furo cego erro

contraexemplo 5 – medição de furo cego – haste medindo rebarba

Medição de ressaltos

Paquimetro medida ressalto

exemplo 6 – medição de ressaltos com paquímetro universal

Alguns fabricantes de paquímetro adicionaram uma característica muito interessante, que permite a medição de ressaltos. O topo do cursor e da escala principal são coplanares. Deste modo, ele pode ser utilizado para medir ressaltos com uma acurácia muito maior que a obtida quando usamos a haste de profundidade, exemplo 6.

Uso do paquímetro universal – quadrimensional

Tags:
Eduardo Stefanelli

Engenheiro por profissão, professor por vocação

Nenhum comentário

Deixe um comentário